28 de fev de 2013

Diário: Entrando para o Exército #2




"Hooy Gente Binita"

Hoje faz quatro dias que esto sendo sugado. Não, infelizmente não tem nem uma sangue suga grudada em meu corpo não, é quartel mesmo que está fazendo isso (o general falou que a gente vai ver o que é ser sugado quando começar o internato #medo ). Já aprendi bastante coisa, mas de um jeito nada delicado senhores.

Mas vou continua a contar como fui parar lá:




Em 02/2013 me mandaram ir para outro quartel (minha cidade tem vários) as 7:00 hs. Ouk né, fui lindo e gostoso (sqn) me apresenta. Chegamos e nos levaram para uma sala enorme, nos deram um lindo chá de cadeira de doe os glúteos Então começaram a nos chamar em ondem. E fizeram a mesmas perguntas que no outro quartel ¬¬'.

Ops!

Tinha uma pergunta nova:

~>Você pratica sexo com que frequência?

Eu comei a rir e perguntei "- O que?"

le Sargento começou a rir também e falou:

-Não sou eu que to querendo saber, é oque está sendo pedido na ficha.

Ta né...tive que responder.

Depois que todos fizemos isso voltamos aos nossos lugares. Eles falaram coisas que eu nem lembro. E pediram para voltar dez dias depois (última segunda). Então voltei 10 dias depois, nesse dia foi bem molezinha, só andamos em fila tipo crianças na escola quando vai para merenda e deram a resposta final de quem vai ter que servir ou não.

Mas já na terça... o bicho pego.

"Esquerda, esquerda, direita esquerda." Nunca mais vou esquecer essa frase na vida. Marchamos o dia todo,mas claro com algumas pausas para descansar. Treinamos levantar e sentar sem usar as mãos. Entre outras coisas que nunca tinha ouvido falar na vida.

E cortaram nossos cabelos #momento triste

O único consolo que tenho é que tem gente que fico mais feia do que eu.




Continua no próximo capítulo...